Dia Nacional de Conscientização Rodoviária

O Dia Nacional de Conscientização Rodoviária objetiva divulgar a realidade dos DERs e das rodovias do Brasil

 

Por decisão do X Encontro Federativo Interestadual Sindical, realizado em Aracaju-SE, em maio passado, a data de 4 de setembro foi instituída como o “Dia Nacional de Conscientização Rodoviária”. Nesse dia, a partir deste ano, as entidades sindicais dos servidores dos DER’s de todo o país divulgarão à sociedade brasileira a realidade dessas instituições estaduais e a consequente situação das rodovias brasileiras. Hoje esses departamentos estão desmantelados, sem equipamentos e com um quantitativo de pessoal que podemos chamar de “os sobreviventes”. Importante registrar que a idade média dos servidores da ativa do DERMG é de 58 anos e quase todos os outros departamentos encontram-se na mesma situação. A terceirização é a responsável por essa grande distorção. Todas as atividades da grande maioria dos órgãos rodoviários estão delegadas, mesmo aquelas consideradas inerentes ao órgão, às suas atividades-fim. Por mais que denunciemos essa ilegalidade à imprensa e instituições responsáveis pela fiscalização do patrimônio público, nada foi feito até o momento visando, pelo menos, minimizar o uso desse artifício. A terceirização, além de onerar o estado e o povo, concedendo às empresas privadas lucros escorchantes, para entre outras coisas financiar campanhas eleitorais, ainda peca pela falta de qualidade. Observe-se que até a fiscalização da execução de obras e projetos tem sido delegada. Não podemos admitir que seja pago por um engenheiro, através de contrato de consultorias, R$18.000,00 e ao servidor público com a mesma função R$ 2.000,00. É de suma importância que sejam abertos para a sociedade os custos da terceirização rodoviária no nosso país, incluindo-se aí, além dos valores pagos por contrato, o reserviço e o pedágio.

 

 

 

        Adolfo Garrido

Presidente da FASDERBRA

 

 

Deixe seu comentário